sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

IV Encontro do PIBID debate conjuntura Nacional das Politicas Públicas Educacionais

Por Valéria Soares

O IV Encontro Pedagógico do Programa de Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) acontece nos dias 8 e 9 de fevereiro, no Campus Poeta Torquato Neto da Universidade Estadual do Piauí. A temática deste ano discutirá a Conjuntura Nacional das Politicas Públicas educacionais que envolvem os cursos de Licenciatura e o PIBID.
Cerca de 600 participantes de diferentes instituições participarão da quarta edição do encontro. Foram 100 trabalhos submetidos para apresentação de trabalhos orais e pósters. Oficinas e minicursos também serão oferecidos no evento, visando fortalecer a prática docente. O evento promove a integração de estudantes, professores e servidores da UESPI e demais instituições de Ensino Superior, além de professores das escolas públicas, privadas e demais segmentos da sociedade.
A coordenadora do PIBID, Elilian Basílio, ressalta que o tema central do evento busca contribuir para fortalecer a luta do programa em frente à crise no Brasil, bem como desafios que precisam ser enfrentados por programas voltados para formação docente. “Queremos mostrar ao país e a nossa cidade que a educação continua sendo o caminho. O Pibid é um programa que abre as portas da universidade para as escolas, e as portas da escola para universidade”, afirma.
Para a coordenadora, os trabalhos que serão apresentados no quarto encontro, traduzem as práticas realizadas pelos bolsistas do programa nas escolas de educação básica, uma vez que refletem na formação dos futuros profissionais, quanto na co-formação dos docentes do ensino básico.

Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

UESPI, Seduc e Fapepi discutem implantação da Universidade Aberta do Piauí

Por Valéria Soares 

O Termo de Cooperação do Programa Universidade Aberta do Piauí (UAPI) foi discutido na manhã desta quarta-feira (01), entre a Universidade Estadual do Piauí, Secretaria de Educação do Estado (SEDUC) e Fundação de Amparo à Pesquisa do Piauí (FAPEPI). O encontro visava formalizar as competências de cada órgão na implantação dos 60 pólos de Educação à Distância (Ead) no estado.
O Superintendente de Educação Superior da Seduc, Ellen Gera, destaca que no primeiro momento o programa vai contemplar 60 municípios. “Esses municípios não contam com nenhuma modalidade de ensino superior. O objetivo é que o estudante tenha na sua cidade o ciclo completo da educação. Com ensino básico, médio, técnico e superior”, afirmou. Para o superintendente, a Ead permite de forma muito mais ágil, atingir a meta do governo, porque é uma ferramenta consolidada no Brasil, de ampliação da educação. “Nossa pretensão é chegar a todos os municípios do Piauí com esse ciclo da educação”, pontua.


Encontro entre UESPI, SEDUC e FAPEPI formalizam Termo de Cooperação do programa Universidade Aberta do Piauí
De acordo com o Diretor do Núcleo de Educação da UESPI (Nead), Arnaldo Brito, o curso ofertado no edital do primeiro semestre será Bacharelado em Administração. “ No segundo semestre, teremos outros cursos, em outros pólos, expandindo a nossa Ead”, explica. Serão ofertadas 3.000 vagas, no edital previsto para março. A previsão do início das aulas também é para o primeiro semestre.
O diretor ressalta que os 60 pólos já são reconhecidos pela Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) e o MEC (Ministério da Educação). O diretor afirma que o termo de cooperação entre os órgãos está encaminhado para a fase de assinatura de convênios. “No mês de fevereiro a equipe do MEC fará uma visita ao Piauí, para fazer uma inspeção final do programa”, declara Arnaldo Brito.
O vestibular da UAPI está previsto para o primeiro semestre de 2017
Na parceria entre os três órgãos, compete a Seduc gerenciar a manutenção e estrutura dos pólos em cada município, sendo a UESPI a responsável pela parte de logística do processo pedagógico, enquanto a Fapepi vai atuar na remuneração das bolsas apoio administrativo e do apoio didático pedagógico. Segundo o Diretor Técnico e Científico da Fapepi, Albemerc Moraes, são estimadas mais de 200 bolsas para fomentar o programa.
O reitor, Nouga Cardoso, define a expansão da Ead como mais oportunidades de ensino superior. “Hoje concluímos a parceria, com as atribuições de cada um dos órgãos envolvidos. Estamos mais próximos da divulgação do lançamento do edital, para que todo estado do Piauí possa conhecer quais são as cidades pólos. Estamos concretizando mais uma grande ação”, conclui.

Fonte:
Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com

sábado, 31 de dezembro de 2016

Chega ao Congresso MP que autoriza saque de contas inativas do FGTS

Pillar Pedreira/Agência Senado

         A medida provisória que permitirá o trabalhador sacar o dinheiro de contas inativas do FGTS foi publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial da União. A MP 763/2016 autoriza a movimentação de contas paradas até 31 de dezembro de 2015.
       Conta inativa é aquela em que o empregado deixa de receber os depósitos do empregador por rescisão do contrato de trabalho. Antes da medida, só tinha direito ao saque de uma conta inativa quem estivesse desempregado por pelo menos três anos ininterruptos.
      A medida havia sido anunciada na quinta-feira (22) pelo presidente Michel Temer, numa tentativa do governo de reaquecer a economia. Segundo o Executivo, cerca de 10 milhões de pessoas terão o direito de obter o dinheiro, que deve totalizar R$ 30 bilhões.
    A MP publicada nesta sexta-feira não traz detalhes sobre os procedimentos para o saque, mas o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, já havia informado que o cronograma será divulgado em fevereiro e levará em consideração as datas de nascimento dos beneficiários.
Lucros
      A MP 763/2016 também autoriza a distribuição de parte do lucro do fundo com os trabalhadores. Antes dessa medida provisória, o lucro era reaplicado no próprio FGTS. Conforme o ministro Dyogo Oliveira, a intenção é dar maior rentabilidade à conta - que atualmente é de 3% ao ano mais a TR -, aproximando-a do rendimento da poupança.

Fonte:Senado.leg.br

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Professores da UESPI publicam livro sobre linguagem, contemporaneidade e ensino Por Júnior Ribeiro

Professores da Universidade Estadual do Piauí organizaram o livro “Linguagem, Contemporaneidade e Ensino”. A obra é composta por 18 autores piauienses, com a colaboração de uma pesquisadora do Ceará e duas de Pernambuco, e aborda temas como: ensino da língua portuguesa, gêneros textuais da atualidade, argumentação, referenciação, discurso, ethos, mídia jornalística e redes sociais, dentre outros. O livro foi organizado pela  Profª Drª Bárbara Melo, vice-reitora da instituição, pelo pró-reitor de administração, Dr. Raimundo Isídio e pelo professor do mestrado em Letras da IES, Dr.Diógenes Buenos Aires de Carvalho.

DSC_6929
No total, 10 professores da UESPI contribuíram com artigos para a composição do livro.

Dentre eles está o Prof. Dr. Franklin Oliveira Silva que escreveu o artigo “Referenciação: entre o verbal e o não-verbal”. “Esta pesquisa pode ser útil para professores de português que trabalham com texto. É muito importante publicar livros como esse para que outras pessoas tenham acesso, confiram o que a gente está pesquisando e é também uma forma de dialogar com trabalhos de outros pesquisadores”, destacou o docente.
O livro contém também artigo da professora do curso de Letras/Português da UESPI (Clóvis Moura), Msc. Ermínia Maria do Nascimento Silva. Com o título “O outro no discurso das reportagens de capa da Revista Cidade Verde”, ela traz o debate sobre as heterogeneidades enunciativas que influenciam o discurso jornalístico da revista. “A obra é uma forma de mostrarmos que os professores da UESPI também são pesquisadores. A gente não faz pesquisas somente para fazer descobertas, mas para mostrar o quanto nossas pesquisas podem ser úteis para a sociedade e o quanto pode auxiliar alunos enquanto futuros pesquisadores”, concluiu Ermínia.

Fonte: Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com


quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Fundação Oswaldo Cruz divulga áreas de pesquisa para seleção de doutorado

A Fundação Oswaldo Cruz  e o Escritório Oswaldo Cruz Piauí tornam público as áreas de pesquisas dos programas de pós- graduação para seleção de doutorado em Saúde, Ambiente e Sociedade. São aptos para o seletivo  portadores do título de mestre nas áreas relacionadas aos programas de pós-graduação que integram o consórcio. As inscrições serão de 9 de janeiro a 9 de fevereiro de 2017. O edital estará disponível a partir de 2 de janeiro de 2017 no site da Fio Cruz e dos programas de pós- graduação.
São 5 programas  participantes do consórcio, entre eles estão o Doutorado em Saúde, com  foco em pesquisas originais e independentes na área da Saúde Pública; Doutorado em Saúde do Meio Ambiente, subdividido em três áreas: Epidemiologia Ambiental, Gestão de Problemas Ambientais, Toxicologia Ambiental.
Com o objetivo na formulação e debate de questões científicas, o doutorado em Epidemiologia em Saúde Pública abrange a perspectiva interdisciplinar e multiprofissional. Uma área de pesquisa responsável pelo ensino, pesquisa e assistência na área de Saúde da Mulher e da Criança, é  o Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher – PPGSCM, que é vinculado ao Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira – IFF, unidade da Fundação Oswaldo Cruz – FIOCRUZ.
Pesquisas básicas e aplicadas na área das doenças infecciosas e parasitárias o Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Medicina Tropical,  tem ênfase na identificação e o manejo de questões associadas aos aspectos clínicos, epidemiológicos e laboratoriais.
Fonte: Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com


quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

Uruçuí: Projeto de pesquisa em Sociologia da Infância será apresentado em eventos internacionais

O grupo de pesquisa em Sociologia da Infância da Universidade Estadual do Piauí, campus Uruçuí, apresentará trabalhos científicos no Terceiro Fórum Internacional da Criança Migrante, em Estocolmo, na Suécia, nos dias 7 e 8 de 2017, e na International Conference on Childhood and Adolescence, na cidade do Porto em Portugal, nos dias 26 a 28 de janeiro de 2017.
O projeto reúne professores e alunos do cursos de Administração e Pedagogia do primeiro período        ,            que pesquisam áreas interdisciplinares de pequisa em educação e gestão educacional.  De acordo com a coordenadora do Projeto, Profª de Pedagogia Denise Hosana Moreira, foi da necessidade de promover melhorias na qualidade de formação continuada dos alunos da IES que o projeto surgiu. A docente destaca que estimular o diálogo Multi e Interdisciplinar dentro do campus e com instituições nacionais e estrangeiras, fomentam a troca de experiências educacionais.
O grupo de pesquisa desenvolve atividades de produção e divulgação de trabalhos em eventos científic            os        . Os alunos do grupo de pesquisa já apresentaram trabalhos no XVI Simpósio de Produção Científica da UESPI, em novembro de 2016.
O projeto Diálogos Transnacionais em Sociologia da Infância pretende se transformar em uma rede colaborativa permanente.  O professor  do curso de administração, David Brito, ressalta que é preciso ampliar e desenvolver ações internas e externas ao campus de Uruçuí,
bem co o fazer
uma po te internacional para divulgar trabalhos e projetos.

Fonte: Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom  .uespi@           gmail.com

                                    

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

UESPI assina acordo de cooperação de intercâmbio com universidades internacionais

            Por Valéria Soares

A Universidade Estadual do Piauí assina acordo de cooperação técnica com universidades estrangeiras. O acordo destina-se a realização de intercâmbio acadêmico, científico e cultural de alunos, professores e técnicos administrativos, com a Universidade de Suny Oswego, em Nova York (EUA) e com a Universidad Mayor, Real e Pontifícia de San Francisco Xavier de Chuquisaca(UFSX), na Bolívia.
A parceria também visa a elaboração de projetos colaborativos entre as instituições, elaboração de projetos de pesquisa, intercâmbio de palestras, conferências e seminários em cooperação, além de troca de experiências e informações pedagógicas.
A Diretora de Relações Internacionais da UESPI, Luciana Libório, destaca que a assinatura de um dos acordos foi também resultado da parceria com o professor Dr. Alfred Daniel Frederick, docente da Universidade de Oswego, que lecionou na UESPI durante 4 anos. Para ela, os acordos são um passo importante da instituição. “Os custos dos estudos nas universidades são muito altos, no entanto, com o acordo os interessados poderão ter acesso de modo gratuito, além da possibilidade de intercâmbio cultural, com boas estruturas para qualificação discente e docente”, afirmou.
De acordo com a DRI, o período de parceria com a universidade de Oswego é de 5 anos, enquanto que com a universidade UFSX é de 2 anos, com prorrogação por igual período. A instituição que receberá o intercambista não cobrará por inscrição, matrícula ou qualquer cobrança similar. Os interessados serão responsáveis por despesas da viagem, alojamento, alimentação e gastos pessoais.
Segundo os acordos de cooperação, a oferta para intercâmbio na universidade de Oswego  será baseada na reciprocidade de alunos para cada instituição.  A universidade de UFSX  prevê ate 5 estudantes por ano, com possibilidade de ampliação de vagas. Para professores e técnicos  a oferta será determinada conforme as solicitações por ambas as instituições parceiras. Para concorrer ao intercâmbio, os estudantes interessados deverão ter cursado no mínimo 2 períodos da graduação, como também devem ter domínio da língua oficial do país de destino. O tempo de intercâmbio tem previsão de um período acadêmico ou um ano letivo.
Para mais  informações sobre os cursos, projetos e carga horária da universidade os in
teress dos podem acessar os site da UFSX e da Oswego, ou se dirigir à Diretoria de Relações Internacionais da UESPI, localizada no Campus Poeta Torquato Neto, em Teresina, ou pelo telefone 3213-6075.


Fonte: Assessoria de Comunicação - UESPI
ascom.uespi@gmail.com